Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Início > Diretriz de Comando
Início do conteúdo da página
Acessos: 103

 

DIRETRIZ DE COMANDO – 1ª Bda Inf Sl

Bda LOBO D’ALMADA

 

GEN BDA ADRIANO FRUCTUOSO DA COSTA - CMT

 

Comandar a Bda LOBO D’ALMADA é uma missão desafiadora e repleta de diversidades. O ambiente operacional é volátil, incerto, complexo e ambíguo, características que tornam ainda mais instigante a condução dos rumos desta Grande Unidade.

Estou certo de contar com profissionais capacitados, motivados e comprometidos nessa missão que muito me orgulha e, ao mesmo tempo, descortina oportunidades de, junto a essa briosa equipe, manter a fronteira Norte do Estado Brasileiro íntegra e inviolável.

A tradição dos GUERREIROS DE SELVA, imantada a cada integrante da 1ª Bda Inf Sl, se reflete nas ações diuturnas cumpridas com excelência.

Do lavrado nas planícies às montanhas na fronteira norte e às Selvas a oeste que conformam o Estado de Roraima, a Bda LOBO D’ALMADA está presente e contribui para o desenvolvimento dessa porção do BRASIL, com homens e mulheres que se distinguem pela dedicação e compromisso.

Viver com COMPROMETIMENTO será a base do meu comando, todos serão tratados como profissionais que pressupõem conhecimento da atividade que desempenham, amor à Brigada, dedicação e sacrifício, além de uma conduta ilibada.

Como Comandante, sempre estarei à frente de meus comandados, assumindo inteira responsabilidade pelos atos e decisões emitidas. O sucesso de nossas ações dependerá exclusivamente da sinergia e da coordenação dos esforços, para as quais conto com a Ação de Comando em todos os níveis.

A minha Intenção deverá nortear o caminho a ser seguido, permeando as iniciativas e decisões nos diversos níveis da Cadeia de Comando, exigindo a perfeita compreensão de onde se quer chegar e quais os resultados a alcançar. É imperioso e determinante que a Intenção do Comandante seja conhecida por todos.

Como comandante, buscarei desenvolver um ambiente de trabalho harmônico e saudável, no qual todos tenham prazer em participar das atividades, baseando o relacionamento interpessoal na camaradagem e companheirismo, e incentivarei o envolvimento das famílias nos diversos eventos da nossa querida Brigada.

Comprometo-me com cada integrante da família LOBO D’ALMADA a dedicar-me inteira e exclusivamente ao Comando. Tenho consciência plena da responsabilidade em manter as conquistas e do muito que será exigido a curto, médio e longo prazos de nossa gente.

Tenho como norma de trabalho permitir que meus subordinados exerçam plena liberdade de ação na sua esfera de atribuições, estimulando que desenvolvam o raciocínio crítico e expressem seus pensamentos de forma educada. Por isso, determino que sejam atribuídas as responsabilidades compatíveis a cada nível, lembrando que TODOS devem praticar o exercício da liderança.

A Arte do Comando pressupõe atribuir a missão certa ao homem certo. Para tanto, conto com o assessoramento leal, sincero e assertivo de meus Comandantes subordinados e Estado-Maior, a fim de otimizar o emprego dos talentos e evitar o desvirtuamento de função.

No meu comando, serão priorizadas as capacidades. O Exército Brasileiro vem desenvolvendo esse conceito, que, em resumo, significa combinar o que há de melhor nos campos do pessoal e do material em proveito de um objetivo ou missão. Essa teoria se concretizará em nossa Bda quando conseguirmos identificar, conjugar e canalizar as habilidades e talentos dos Of, ST/Sgt, Cb e Sd em proveito da melhoria da rotina e da otimização da missão diária, tendo em vista a PRONTIDÃO OPERACIONAL e a capacidade de PRONTA RESPOSTA.

A minha Diretriz de Comando, não é cópia de manuais ou reedição de ordens claras e já existentes, mas a expressão do que penso baseado na minha experiência e nos princípios e valores arraigados a este SOLDADO.

 

INTENÇÃO DO CMT

A minha intenção é realizar o comando priorizando as pessoas. Dedicar energia a fim de conquistar metas com celeridade dentro de uma gestão efetiva. O esforço será direcionado aos seguintes EIXOS ESTRUTURANTES:

  1. Operacional
  2. Inteligência
  3. Administrativo
  4. Saúde
  5. Gestão
  6. Família Militar
  7. Transição da Operação Acolhida
  8. Processo de transformação da 1ª Bda Inf Sl
  9. Ações do Adjunto de Comando   

 

AÇÃO DE COMANDO

Ação de comando exitosa se traduz na eficiente aplicação, em todos níveis de comando e em todas atividades, de três servidões: Presença, Exemplo e Fiscalização!

  • Presença do Cmt nas ações principais orientando/acompanhando/intervindo;
  • Exemplo em todos os momentos por meio de valores, princípios e conhecimento;
  • Fiscalização no intuito de contribuir para excelência da missão.

Dito isso, elencarei as Ideias-Força para a condução dos trabalhos:

 

  1. Confiança mútua, desenvolvida por meio de trabalho sério e correção de atitudes;
  2. Liderança em todos os níveis, pautada no exemplo e conhecimento técnico profissional;
  3. Comprometimento, traduzido pelo empenho integral e dedicação plena à Bda;
  4. Ser objetivo, conciso e prático no planejamento e na execução das atividades;
  5. Tratar desigualmente os desiguais, tendo o senso de justiça como base;
  6. Ser leal e amigo tanto com o subordinado como com o superior, mas não confundir com bom-mocismo;
  7. Respeitar as divergências de opiniões e usá-las para melhorar os planejamentos e decisões;
  8. Ter disciplina intelectual para aceitar e implementar as decisões de forma rápida e eficiente;
  9. Os planejamentos devem ser detalhados e completos, INTEGRANDO as Sec de EM;
  10. Ter presteza na solução dos problemas;
  11. Priorizar a segurança em todas as atividades;
  12. Projetar a 1ª Bda Inf Sl no cenário nacional e com limitação no internacional;
  13. Ter a Logística e a Administração na medida certa, buscando a EXCELÊNCIA;
  14. Ser rigoroso na formação dos Recursos Humanos. Não admito desrespeito à dignidade e maus tratos;
  15. Ter excepcional apresentação individual, principalmente em ambientes externos;
  16. Dedicar atenção especial aos militares da Reserva, incentivando a participação deste público nas diversas atividades da Bda;
  17. Estreitar laços fraternos com a sociedade roraimense;
  18. Estabelecer relacionamento institucional nas esferas Federal, Estadual e Municipal; e
  19. Estimular os cultos religiosos.

 

METAS

As metas devem direcionar a confecção do Plano de Gestão, priorizando a manutenção das infraestruturas, a manutenção dos MEM e o bem estar da família militar. Todas as ações devem indicar a busca constante da Prontidão Operacional e Pronta Resposta.

  1. Realizar Operação de Defesa Externa com toda a Bda;
  2. Ter Prontidão Operacional plena e capacidade de Pronta Resposta durante os 365 dias do ano com uma FT Btl;
  3. Constituir uma Força Tarefa Conjunta e Integrada – FTCjI a fim de responder às demandas impostas à Bda;
  4. Ter celeridade na Administração, propiciando melhorias nas infraestruturas e dando flexibilidade ao Cmt Bda;
  5. Otimizar os esforços de Inteligência e permitir ações operativas com oportunidade e eficiência;
  6. Acompanhar a Transição da Op. Acolhida e participar ativamente desse processo;
  7. Criar, dentro dos limites da razoabilidade, um Plano de Legado Op. Acolhida;
  8. Ser ativo no processo de transformação da Bda;
  9. Ter índice de satisfação plena pelos usuários do sistema de saúde da Gu;
  10. Estimular a participação da família militar nos eventos da Bda e OMDS, fortalecendo os Clubes, criando programas sociais e ativando parcerias de interesse, a fim de permitir acesso a parques, descontos e outras benesses;
  11. Construir um HTS;
  12. Criar uma Academia de musculação no Cmdo da Bda;
  13. Criar um sistema de segurança moderno, com implementação de câmeras, concertinas, cães de guarda, holofotes e outros meios, a fim de reduzir o efetivo de pessoal de serviço;
  14. Projetar a Bda no cenário nacional e com limitação no internacional, por meio da criação de informativo e intensa divulgação das atividades da Bda;
  15. Valorizar o ST/Sgt que buscar a especialização profissional (incentivar a habilitação em idioma);
  16. Aperfeiçoar os meios de T.I. com reflexos nas operações;
  17. Melhorar a estrutura do Rancho, adequando as instalações às imposições do PASA ;
  18. Revitalizar as instalações da OM;
  19. Melhorar os acessos aos Pelotões Especiais de Fronteira; e
  20. Ser a PEDRA ANGULAR no processo de transformação da 1ª Bda Inf Sl.

Esta Diretriz deve orientar as OMDS e Cmdo Bda, considerando ações a empreender com o máximo de flexibilidade e liberdade de ação, sem tolher qualquer iniciativa.

Assim, com espírito de equipe, vontade em cumprir missão e muito desprendimento, a Bda LOBO D’ALMADA cumprirá todas as missões impostas e deduzidas.

SELVA! TUDO PELA AMAZÔNIA!

“TODO SANGUE QUE CORRE A SERVIÇO DA PÁTRIA É NOBRE”

BRASIL ACIMA DE TUDO!!!

registrado em:
Fim do conteúdo da página